Hoje vou falar um pouco sobre a aceitação do problema e a busca de ajuda.

Relutei bons meses antes de pedir ajuda, tentei lutar sozinha contra a Depressão e o Pânico mas não consegui. Com o passar dos dias as coisas ficavam piores e mais insustentáveis, beirando o insuportável.

Eis que fui procurar psiquiatra (com o apoio de amigos, família e namorado) encontrei uma profissional exemplar. Uma médica extremamente atenciosa que durante a consulta me recomendou a terapia, que funcionaria bem junto a medicação.

Eu confesso que fiquei com o pé atrás com isso de terapia, tinha feito uma consulta uns anos antes e não gostei mesmo.

Mas novamente, com o apoio que tive, resolvi dar uma chance.

Minha mãe e eu pesquisamos muito e escolhemos uma profissional e que bom que escolhemos esta psicóloga. Foi empatia desde a primeira sessão.

Tudo fluiu naturalmente, já fiz 5 sessões e noto uma melhora significante no meu comportamento.

O que tenho a dizer, é as falas da minha psiquiatra: remédio é um mero auxiliar, a terapia é fundamental!

Leave a Reply